1. Sobre a ida ao Fim do Mundo

A ida ao Fim do Mundo (Fin del Mundo) foi protagonizada por Ion Marcos, Brito e Guerra. Desde sempre, Ion foi apaixonado por motocicletas. Hoje, com 48 anos, tem mais de 36 envolvido com elas.

Estou sempre realizando pequenas e grandes viagens ou simples passeios com os amigos para tomar um café ou almoçar. Conhecer novos lugares, culturas diferentes, fazer novos amigos, refletir e ter tempo para agradecer a Deus por poder fazer parte de tudo isso faz bem a qualquer um, imagine tudo isso pilotando uma Harley.

Com mais de 300.000 km rodados pelo Brasil e por vários países, pelo menos 200.000 foram em motos Harley-Davidson. Realizei viagens incríveis como a Expedição Fim do Mundo, disse.

Chegar ao fim do mundo faz parte dos sonhos de todos nós, independente da idade ou da condição financeira.

USHUAIA é conhecida como a cidade do fim do mundo por estar localizada no extremo sul das Américas. Seu nome significa "baía que penetra fundo terra adentro na direção oeste". É a capital da província de TIERRA DEL FUEGO, Antártida e ISLAS DEL ATLANTICO SUR e foi fundada em 12 de outubro de 1884 por Augusto Lasserre.

 

2. O Sonho

O sonho de conhecer o fim do mundo começou dia 01/11/2017. Tendo como inicio da
expedição a saída da cidade de Fortaleza na companhia da sua Harley-Davidson, Ultra limited 2016, e com seus dois conhecidos Guerra e Brito. Era um trio improvável ,porque naquele momento eram apenas conhecidos (ainda não sabiam, mas durante a viajem se tornariam grandes amigos).

Foram 6 meses de planejamento e programação das rotas a serem seguidas. A principio, Ion Marcos planejava ir sozinho, pois seu amigo de estrada com quem viaja há 18 anos havia dito que não iria acompanhá-lo na expedição.

Ion relata que, durante o planejamento, Brito se ofereceu para ir junto. Conversaram bastante, discutiram seu modo de viajar e ele foi entendendo como seria a viagem.

Faltando 1 mês para dar início a viagem, Ion convidou outro conhecido: Manuel Guerra, que tinha acabado de adquirir uma Harley Ultra Limited 2017 e rodou 8.500 km sozinho pelo Brasil. O mais curioso é
que Guerra tinha cerca de 30 anos que não pilotava moto, (a Harley-Davidson tem esse poder). Após o convite, ele aceitou de imediato, não precisou nem de um minuto
para pensar.


"Quando comecei a idealizar a viagem essa equipe seria a mais improvável possível, inclusive isso causou vários comentários sobre que expedição iria terminar em conflito entre os integrantes. Eu, sou muito rigoroso com horários, velocidade e bebida alcoólica, e gosto de rodar muito parando somente o necessário para que a viagem tenha rendimento - esse conjunto de regras, às vezes, incomoda as pessoas."

 

 

Já o Brito,  com seus 62 anos, aposentado "brucutu" como ele mesmo se auto intitula, e com todas suas manias e seu jeito de viver, teria que sair de sua zona de conforto para conviver e dividir um quarto com mais duas pessoas que pouco conhecia durante 32 dias.

 

3. Superando as expectativas

A viagem superou todas as expectativas: de Ion Marcos, dos seus companheiros de viagem e de todos aqueles que achavam que a expedição iria fracassar.

Foi um sucesso total! Era difícil acreditar que tudo aquilo estava acontecendo. Todos riam e choravam de alegria o tempo todo.

 

 

Ion Marcos relata: "eu em particular me emocionava, lembrando da minha infância simples onde uma Harley era um sonho muito distante e praticamente impossível, e estava eu ali a caminho do fim do mundo pilotando um ícone mundial. Por várias vezes as lágrimas rolavam em silêncio por trás da viseira do capacete acompanhada de um sorriso inundado de felicidade que se confundia com a saudade da família, mas a presença de Deus acalmava meu coração e me dava forças para prosseguir e concluir a realização de mais um sonho."

 

4. Conclusão da Viagem

Foram 32 dias, 17.854 km. O grupo cruzou o Brasil e passou  por temperaturas que variavam de 10 a 40 graus. No Uruguai, houve chuva de gelo, na Patagônia muito vento, durante 2 dias pilotaram com as motos inclinadas para compensar a força do vento. No Chile,  enfrentaram 175 km de estradas de rípio, só cascalho e areia frouxa, e no Ushuaia fecharam com chave de ouro – 10°, cinco dias de neve e a certeza de dever cumprido.

 

 

Na chegada, dia 02 de dezembro de 2017, foram recepcionados a 100 km de Fortaleza por vários Harleyros e escoltados pela PRF em suas Road Kings até o Shopping Iguatemi, onde acontecia o encontro Bimestral de Motociclistas, organizado pelo Gerardo do Motosnet. Lá, centenas de amigos e
familiares os aguardavam - foi um momento de muita emoção.

 



5. Experiência com a Harley-Davidson

Certamente toda essa experiência de vida teve um toque de perfeição por ter sido realizada em uma Harley-Davidson Ultra Limited, que confirmou as expectativas quanto ao seu desempenho e itens de série utilizados nos momentos extremos como: na distância e direção (com seu Gps), na neve (com os seus aquecedores de punho e o motor que funcionou mesmo depois de congelado), no Ripio (com estabilidade e experiência de pilotagem) o que alguns desacreditavam que uma moto do seu tamanho pudesse passar por ele sem intercorrências). Que venham mais experiências como essas com a minha HARLEY.

 

 

Falar no Whatsapp!
Precisa de ajuda? Clica aqui!
Oi, vi que está em nosso site. Qualquer dúvida é só você chamar aqui no whatsapp.
Powered by